Mon Profil
-->
  • Fluminense
  • Atlético Mineiro
  • Grêmio
  • São Paulo FC
  • Curitiba
  • Corinthians
  • Internacional
  • Vasco da Gama
  • Santos FC
  • Náutico
  • Coritiba
  • Flamengo
  • Cruzeiro

Premiere Ligua

Brasil 2x2 Inglaterra - Após boas chances criadas, Seleção diminui ritmo e fica só no empate

Fred abriu o placar na partida que marcou a reabertura oficial do Maracanã -
Mowa Press

Luiz Felipe Scolari segue fazendo testes no decorrer dos amistosos da Seleção Brasileira, em busca de uma formação ideal. Diante da Inglaterra, houve momentos de alegrias e outros de preocupação. O resultado não passou de um empate em 2 a 2 neste domingo (02), na reabertura oficial do Maracanã, com gols de Fred e Paulinho. Se o primeiro tempo deu mostras de qualidade, as falhas defensivas que, na volta dos vestiários, contribuíram para os gols de Rooney e Oxlade-Chamberlain deixaram ligado o sinal de alerta. O próximo compromisso da equipe, o último antes da Copa das Confederações, será no domingo que vem, em Porto Alegre, contra a França.

Brasil se solta, e Hart trabalha

O mistério de Felipão em relação aos titulares tinha algum sentido. Flilipe Luís, Luiz Gustavo e Hulk foram para campo, contrariando a expectativa criada após os treinos abertos à imprensa ao longo da semana. Algumas novidades também puderam ser observadas no posicionamento do ataque brasileiro, com Neymar atuando mais centralizado, e Hulk caindo pela esquerda. 

Pressionando a saída de bola adversária, foi o Brasil quem chegou ao ataque em melhores condições. Mas a equipe encontrou problemas para enfrentar a forte marcação inglesa. O início da disputa ficou marcado pelo grande número de faltas e pelo trabalho defensivo dos dois lados. Para empolgar as arquibancadas, um chute de fora da área de Daniel Alves, aos 16 minutos, bastou. A bola passou muito perto da trave direita de Joe Hart.

Minutos depois, Daniel Alves cruzou para Neymar, que saiu cara a cara com Hart. O goleiro saiu bem para abafar a finalização. Os visitantes se atrapalhavam diante da leveza da joia brasileira, recentemente negociada com o Barcelona. Até o momento, o English Team não havia finalizado uma vez sequer. Na melhor chance, Rooney errou passe para Walcott em contragolpe perigoso. 

Aos 20, Neymar recebeu de Fred pelo meio, se livrou de Carrick e disparou com muito perigo, para fora. Mas Hart estava mesmo disposto a roubar a cena. Após ótimo passe de Neymar, o goleiro evitou que a tentativas de Hulk, primeiro, e Filipe Luís, em seguida, colocassem o time verde e amarelo em vantagem. O confronto era basicamente um Brasil x Hart. 

Apesar da superioridade brasileira, os passes errados davam motivo para a torcida desconfiar da Seleção. Hulk chegou a ouvir vaias quando tocava na bola, bem como gritos pedindo a entrada de Lucas. O atacante ainda perdeu uma chance incrível aos 35, ao tentar um toque de calcanhar e fazer a bola rolar rente à trave.

O técnico Roy Hodgson não demorou para promover a entrada de Ashley Cole no lugar de Leighton Baines. Porém, só aos 39, numa falha da defesa brasileira, os ingleses forçaram Júlio César a trabalhar. Encarregado de proteger o lado esquerdo, Filipe Luís deu liberdade para Walcott, que arriscou chute forte. Oscar esteve perto de alcançar lançamento de David Luiz, mas a bola parou nas mãos de Hart.

Inglaterra se aproveita de espaços, mas Paulinho garante o empate 

As mudanças de Felipão para a segunda etapa pareceram coerentes com o cenário desenhado nos primeiros 45 minutos. Filipe Luís deu lugar a Marcelo, enquanto Hernanes, mais ofensivo, entrou na vaga do pouco exigido Luiz Gustavo. E Oscar passou a atuar mais centralizado, com Neymar pela esquerda. A Inglaterra, com os mesmos jogadores, teve a bola nos pés por mais tempo nos primeiros minutos. 

Os gritos do público se intensificaram com a entrada de Lucas. O escolhido para deixar o time não foi Hulk, mas Oscar. Só que o torcedor mais critico nem teve muito tempo para contestar a atitude de Felipão. Aos 12, Hernanes acertou o travessão, dando rebote para Fred completar como um bom centroavante e colocar o Brasil à frente no placar.

Mas acabou por aí a alegria verde e amarela. A pressão dos visitantes aumentou. Milner tentou de longe, e Rooney cabeceou para fora, após cruzamento na área. Até que Oxlade-Chamberlain, que havia entrado no lugar de Johnson, aproveitou rápida troca de passes para chutar rasteiro no canto esquerdo, sem dar qualquer chance para Júlio Cesar intervir.

O golpe sofrido fez o comandante brasileiro retomar a característica do primeiro tempo, com um volante marcador protegendo a zaga, Assim, Fernando foi para campo no lugar de Hulk. Mas nada evitou que um dos problemas crônicos da Seleção voltasse a aparecer. Livre de marcação, Rooney avançou com a bola pelo lado esquerdo e acertou no ângulo. Virada do time inglês.

Diante dos problemas, coube a um volante "não-marcador" reverter o quadro. Discreto na primeira etapa, Paulinho aproveitou cruzamento de Lucas para chutar de voleio e subir ao patamar de destaque do jogo, ao lado de Fred, aos 36 minutos. Quem também deixou ótima impressão foi o goleiro Hart, protagonista do primeiro tempo e responsável por defesas seguras no momento em que o Brasil intensificou a pressão na reta final.

FICHA TÉCNICA

BRASIL 2X2 INGLATERRA

Local: Maracanã, no Rio de Janeiro (RJ)

Data/Hora: 2/6/2013, às 16h (de Brasília)

Árbitro: Wilson Roldán (COL))

Auxiliares: Eduardo Diaz (COL) e Wilson Berrios (COL)

Renda/Público: R$ 4.615.430,00/ 57.280 pagantes

Cartões amarelos: Hulk (BRA)

Cartões Vermelhos: Não houve

Gols: Fred, aos 11'/2ºT (1-0); Oxlade-Chamberlain, aos 21'/2ºT (1-1); Rooney, aos 33'/2ºT (1-2) e Paulinho, aos 36'/2ºT (2-2)

BRASIL: Julio Cesar, Daniel Alves, David Luiz, Thiago Silva e Filipe Luis (Marcelo - Intervalo); Luiz Gustavo (Hernanes - Intervalo), Paulinho (Bernard - 37'/2ºT) e Oscar (Lucas - 11'/2ºT); Hulk (Fernando - 27'/2ºT), Neymar e Fred (Leandro Damião - 34'/2ºT). Técnico: Luiz Felipe Scolari.

INGLATERRA: Joe Hart; Glen Johnson (Oxlade-Chamberlain - 16'/2ºT), Jagielka, Cahill e Baines (Ashley Cole - 31'/1ºT); Carrick, Jones, Lampard, Milner e Walcott (Rodwell - 37'/2ºT); Rooney. Técnico: Roy Hodgson.

 
 

L'actu foot en vidéo

Prev

Bragantino - São Bernardo (10 photos)

Bragantino - São Bernardo (20 photos)

Bragantino - São Bernardo (30 photos)

Bragantino - São Bernardo (40 photos)

Bragantino - São Bernardo (50 photos)

Next

3 Commentaires

adrianofonsecakk

Lorem ipsum dolor sit amet, consectetur adipiscing elit. Maecenas iaculis erat eget augue pulvinar elementum. Cras dapibus ligula vel molestie tristique. Duis mollis leo et libero pellentesque vehicula. Nullam suscipit vehicula nisl sit amet iaculis. Maecenas mollis mauris a augue porttitor volutpat. Vivamus convallis orci sit amet nisl rhoncus, nec ultrices eros mattis. Curabitur eu arcu sodales purus aliquet egestas. Sed consectetur pharetra metus in dignissim.

Répondre10:55

adrianofonsecakk

Lorem ipsum dolor sit amet, consectetur adipiscing elit. Maecenas iaculis erat eget augue pulvinar elementum. Cras dapibus ligula vel molestie tristique. Duis mollis leo et libero pellentesque vehicula. Nullam suscipit vehicula nisl sit amet iaculis. Maecenas mollis mauris a augue porttitor volutpat. Vivamus convallis orci sit amet nisl rhoncus, nec ultrices eros mattis. Curabitur eu arcu sodales purus aliquet egestas. Sed consectetur pharetra metus in dignissim.

Répondre10:55

adrianofonsecakk

Lorem ipsum dolor sit amet, consectetur adipiscing elit. Maecenas iaculis erat eget augue pulvinar elementum. Cras dapibus ligula vel molestie tristique. Duis mollis leo et libero pellentesque vehicula. Nullam suscipit vehicula nisl sit amet iaculis. Maecenas mollis mauris a augue porttitor volutpat. Vivamus convallis orci sit amet nisl rhoncus, nec ultrices eros mattis. Curabitur eu arcu sodales purus aliquet egestas. Sed consectetur pharetra metus in dignissim.

Répondre10:55

Ultimas notícias

  • Todas
  • Seleção
  • Clubes
  • Jogadores
prev
    next

    Fórum de Futebol

    -->

    Fórum de Futebol

    To the top